Vacine-se contra a gripe

10 Outubro 2017
Vacine-se contra a gripe

Com a aproximação do Inverno torna-se importante pensar em se vacinar contra o vírus da gripe também conhecido como vírus influenza. A estação mais fria do ano favorece a circulação do mesmo, que pode causar inúmeras vítimas. A gripe é uma doença contagiosa que, na maior parte das vezes, cura espontaneamente, no entanto, podem ocorrer complicações da doença, por vezes graves.

Ficam algumas informações úteis para si, que o podem orientar melhor face a alguma dúvida que possa surgir:

  • A vacina é constituída por vírus inativos, que provocam a produção de anticorpos, uma reação normal do sistema imunitário de pessoas saudáveis para tentar eliminar um “invasor" causador de doença. Em caso de ataque posterior por agentes patogénicos ativos, as nossas defesas reconhecem o "inimigo" e neutralizam-no.

  • A vacinação anual é a melhor forma de prevenir eficazmente a gripe e é especialmente recomendada às pessoas com idade igual ou superior a 65 anos e às pertencentes a grupos de risco (doentes crónicos e imunodeprimidos, grávidas, profissionaisde saúde e outros prestadores de cuidados).

  • A vacinação decorre durante todo o outono e inverno, e deve vacinar-se, preferencialmente, até ao final do ano.

  • A vacina contra a gripe é gratuita para as pessoas com 65 anos ou mais anos de idade, para os residentes em instituições, doentes em diálise crónica, transplantados, pessoas com diabetes, doente que aguardam transplante, doentes a fazer quimioterapia, portadores de trissomia 21, fibrose quística, doença neuromuscular, défice de alfa-1 antitripsina e doença do interstício pulmonar sob terapêutica imunosupressora, profissionais de saúde que trabalhem diretamente com o doente e bombeiros, sendo que a mesma não necessita de prescrição médica para ser administrada, nem está sujeita ao pagamento de taxa moderadora.

  • Para as pessoas não abrangidas pela vacinação gratuita, a vacina contra a gripe é dispensada nas farmácias através de prescrição médica com comparticipação de 37%.

  • Como todas as vacinas, a vacina da gripe também pode criar algumas reações adversas que normalmente são localizadas e transitórias. Dor, vermelhidão e ligeiro inchaço no local da picada são os principais efeitos secundários. Também pode causar dores de cabeça e febre. Estes problemas podem surgir 1 a 3 dias após fazer a vacina, são normalmente ligeiros e acabam por desaparecer em 1 a 3 dias.

Tome nota: para além da vacinação, é essencial para a prevenção das infeções respiratórias agudas, a lavagem frequente das mãos, sobretudo depois de espirrar ou tossir, a etiqueta respiratória (tossir ou espirrar para um lenço descartável ou para o antebraço) e, caso se suspeite de estar infetado, evitar o contacto próximo com outras pessoas.

Não deixe que a gripe o atinja. Previna-se antecipadamente através da vacinação.

Ver mais artigos Ver folhetos promoções